Tags

, , , , , ,

Tecnologias_crazyjpgVivemos um tempo em que a tecnologia nos escraviza. As mídias sociais, smartphones, equipamentos eletrônicos e as manipulações de marketing fizeram de nós marionetes dominados por futilidades. É tempo para uma reflexão séria sobre essas obsessões reinantes e muito presentes em nossos dias. Estamos perdendo um dos princípios fundamentais do Evangelho de que “todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas” (1Co 6:12). Vivemos numa época em que nos tornamos facilmente “escravos” de muitas coisas. Sábios são aqueles que descobrem cedo que: “Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres” (Gl 5:1). Tudo o que nos escraviza ou nos domina, precisa ser seriamente questionado. Somos servos de um só Senhor: Jesus. Lembro-me de um grande amigo que confrontou-me um dia, dizendo: “Vocês, os crentes, são oprimidos, não podem nada, tudo é proibido”. Eu pedi licença, peguei a carteira de cigarro no bolso de sua camisa, e lhe perguntei: “Você acha que eu posso fumar um cigarro?” Ele respondeu: “Claro, você pode fazer isso. Mas, eu sei que você não vai fazê-lo por causa de seus princípios de vida”. Então, concluí com ele: “Eu sei que eu poderia fazê-lo, mas sei também que eu não devo fazê-lo. Ao contrário, você sabe que deve parar de fumar, mas não pode fazê-lo”. Ele abaixou a cabeça e desabafou: “Eu tentei várias vezes, mas eu não consigo parar de fumar.” Nada deve nos dominar, exceto o amor de Cristo que nos constrange. Graça e paz!