Tags

, , , , , , , , , ,

se-voce-pode-sonharNão é bem assim. Apenas poder sonhar, não nos garante que nossos sonhos se realizarão. É como fazer um projeto de uma casa e guarda-lo na gaveta, esperando que a casa apareça do nada. É preciso sonhar, mas não podemos apenas sonhar. Temos que fazer mais que isso. É preciso algo mais para que nossos sonhos se tornem realidades. Não podemos nos contentar apenas com sonhos, precisamos seguir em frente para torná-los realidade. Sou filho de um grande sonhador. Meu pai me ensinou sonhar, e sonhar sempre. Ele sonhou até os últimos dias de sua vida.

Não realizei todos os meus sonhos, e sei que não realizarei todos que ainda virão. Mas, porque algumas pessoas são mais bem sucedidas na realização de seus sonhos? Claro, o fator “sorte” pode contribuir. A vida parece privilegiar alguns na realização de seus sonhos. Eu não sou um desses. A maioria dos meus sonhos realizados, concretizou-se, depois de muitas lutas e muito esforço. Se por um lado isso exigiu de mim muito empenho, por outro lado me ensinou que sonhos, para se transformarem em realidades, precisam de algo mais, além de simplesmente sonhar. Na jornada da vida, aprendi alguns princípios para lidar com meus sonhos, e quero compartilhá-los, brevemente, nesse artigo:

1) Diferencie sonhos tangíveis de devaneios utópicos – Precisamos sonhar alto, sem contudo perder o chão. Manter os pés no chão significa não deixar que sonhos megalomaníacos nos levem para o mundo da lua. Mensurar nossos sonhos, avaliar se são exequíveis dentro da realidade, evita desperdiçarmos nossas energias com utopias. Sonhos precisam ser nem tão altos que se tornem intangíveis, nem tão baixo que não nos desafie. Uma mistura equilibrada de realismo e otimismo é o ponto ideal. Otimismo
suficiente para nos impulsionar para cima e realismo o suficiente para nos manter com os pés no chão. Nossos sonhos precisam estar um pouco acima do alcance das nossas mãos para nos mover da nossa zona de conforto e levar para além do ordinário.

2) Tenha um tempo de gestação para seus sonhos – Sonhos precisam de um tempo de gestação. Este período é o tempo em que os sonhos vão tomando forma de realidade em nossas mentes. É o tempo em que trazemos os sonhos das nuvens para a terra. É quando trabalhamos mentalmente, as formas exequíveis de tornar o nosso sonho uma realidade. É quando nós construímos mentalmente os caminhos possíveis para torna-los realidades.

3) Crie caminhos para alcançá-los – Sonhos não se tornam realidade naturalmente ou automaticamente. Precisamos ser estratégicos e intencionais. Nossos sonhos vão se corporificando em realidades a medida que intencionalmente escolhemos caminhos, meios que facilitem trazê-los à realidade da vida. Nossas decisões, atitudes, escolhas, renúncia, ou quaisquer outros movimentos da vida devem buscar corroborar com nossas metas sonhadas. Entre nossos sonhos e a realizações deles há
ma jornada que devemos trilhar de forma estratégica, programada e intencional.

4) Persista nesses caminhos – Múltiplos e diferentes fatores determinam a distância da jornada entre nossos sonhos e a concretização deles. Alguns desses fatores dependem de nós e outros fogem ao nosso controle. É preciso persistir e continuar caminhando na direção dos sonhos, aguardando o momento em que as engrenagens se sincronizem, e tudo parece se encaixar e dar certo. No que depende de nós, precisamos ser pro-ativamente persistentes, buscando sempre encurtar a jornada entre os sonhos e a realização deles, com atitudes inteligentes e estratégicas. Persistir é o grande segredo.

5) Esteja aberto para pequenas mudanças em seus sonhos – A jornada que nos leva até a realização dos nossos sonhos nos amadurece. Muitas vezes, esta jornada aperfeiçoa os nossos sonhos, tornando a realidade melhor do que o que inicialmente sonhamos. Ser flexível nesta jornada permite torna-la menos árdua e por vezes mais curta. Lembre-se, nossos sonhos não são um fim em si mesmos. Eles são apenas os meios pelos quais alcançamos o sucesso. Ser bem sucedido não é repetir o sucesso alheio. Ser bem sucedido é concretizar nossos próprios sonhos.

6) Por fim, o mais importante – Submeta seus sonhos à valores nobres. Sonde se eles passam pelos crivos do altruísmo, da bondade, da verdade, da pureza, da honestidade, e acima de tudo se tem a aprovação de Deus. Ore e sonde o coração de Deus para saber se Ele estará com você, nesta sua jornada. Ter Deus conosco é vitória garantida. Sucesso!

 

Advertisements